Enterprime

Empreendedorismo, Finanças, Liderança - Por Fábio Paradela, 24 de setembro de 2012

O Empresário Ornitorrinco

A falta de preparo tem criado uma nova espécie de empreendedor: o empresário ornitorrinco. Semelhante ao animal, que possui características de mamífero e ave, essa recente mutação é uma mistura curiosa: tem corpo de empresário e cabeça de empregado. Vejamos algumas características dessa espécie desengonçada:

 

1. ACHA QUE SERÁ DONO DO PRÓPRIO TEMPO NATURALMENTE:

Quando era apenas empregado, sofria como escravo do patrão. Não tinha liberdade de ir e vir, e seu chefe dizia o que fazer e quando fazer. Cansado da situação, deu o grito de independência e abriu o próprio negócio, achando que agora teria controle sobre o próprio tempo. Mas como possui corpo de empresário e cabeça de empregado, deixa de ser escravo do chefe e se torna escravo das circunstâncias, pois não sabe dizer não e priorizar as tarefas importantes. Resultado: trabalha mais do que os funcionários, carrega a empresa nas costas e seu celular não para.

2. ACHA QUE PODERÁ SE CONCENTRAR NUMA ÚNICA ATIVIDADE:

Como ex especialista em apertar parafusos, o novo empresário ornitorrinco esquece que agora é o dono da fábrica. Sua mentalidade de funcionário o faz deixar assuntos estratégicos de lado, e a empresa não cresce. Como cérebro da empresa, se ele não pensar estrategicamente ninguém o fará. Alguém precisa olhar para o futuro, enquanto outros apertam parafusos.

3. ACHA QUE O ORÇAMENTO VEM DEPOIS DO GASTO:

Originário das selvas de pedra brasileiras, essa espécie gasta primeiro e depois senta para ver a fatura. Acostumado a fazer isso como empregado, não percebe que agora precisa determinar para onde o dinheiro vai, ao invés de descobrir para onde ele foi. Típico de hábitats bancários, costuma ser devorado pelo mais terrível dos predadores: o cheque especial.

Na próxima semana revelaremos mais 3 características do empresário ornitorrinco. Não perca essa jornada pelo mundo selvagem dos negócios!

Compartilhe:

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*

Pedro H.

26/09/2012

Realmente muitas pessoas cometem esse erro… Dao o tao esperado grito de independencia mas nao se preparam para uma nova fase! Ai surge o corpo de empresario e a mentalidade de empregado. Ótimo texto.